terça-feira, 20 de junho de 2017

1º FEMAFRICA - 1º Festival Moviafro de Musica de Matriz Africana

Será realizado em setembro de 2017, o 1º FEMAFRICA - Festival Moviafro de Musica de Matriz Africana. Idealizado por Val Conceição e pelo Grupo Cultural Moviafro, este festival tem o objetivo de requalificar e ressignificar a musica afro em Feira de Santana e região. Há muito tempo que não é realizado um evento deste tipo no município apesar de ter sido sancionada uma lei que determina que um evento semelhante deve ser realizado pela A.E.C.R.A.F.S - Associação das Entidades Culturais e de Ritmos Afro de Feira de Santana, porém não acontece o que prejudica a sobrevivência das entidades filiadas que não tem recursos e nem autorização para realizarem por conta própria já que só quem pode realizar o FESTIVAL DE MUSICA AFRO DE FEIRA DE SANTANA é a A.E.C.R.A.F.S.

Porém o Grupo Cultural Moviafro, buscou junto ao seu departamento jurídico, orientações de como realizar um evento semelhante, foi daí que surgiu a ideia de criar o 1º FEMAFRICA - Festival Moviafro de Musica de Matriz Africana. As inscrições serão iniciadas no dia 03 de julho e encerrará no dia 31 do mesmo mês. A taxa de inscrição é de 02 quilos de alimentos não perecíveis ( exceto sal e fubá). Durante todo o mês de agosto serão realizadas as avaliações e eliminatórias(se for o caso) e a grande final está prevista para o dia 08 de setembro ás 19:00h no Mercado de Arte Popular. será oferecida para os três primeiros colocados de cada categoria, um prêmio simbólico de Troféu mais R$ 700.00, R$ 500.00 e R$ 300,00 respectivamente. As categorias samba-reggae e ijexá foram as escolhidas para esta primeira edição do FEMAFRICA. Lembrando que as musicas deverão ser inéditas e dentro do tema do FEMAFRICA que é Dandara,Guerreira de Palmares. Este tema foi escolhido pelo MOVIAFRO para entre outras coisas mostrar a força da mulher negra. Em breve estaremos publicando o regulamento e a ficha de inscrição que deverá ser impressa, preenchida e entregue no ato da inscrição no Mercado de Arte Popular.

Nenhum comentário:

Postar um comentário