quinta-feira, 26 de abril de 2018

Entidades de matriz africana decidem o futuro do movimento afro de Feira de Santana

Na noite da última quarta-feira (25), 20 entidades de matriz africana (Blocos Afro, Afoxés e Escolas de Samba) se reuniram com representantes do Grupo Cultural Moviafro para definirem quais os rumos a serem tomados por essas entidades diante da atual situação que estão atravessando.
Foi exposto para o Moviafro as demandas existentes e a necessidade de mudanças para que tais entidades não sejam dizimadas. Era perceptível o interesse dos presentes em criar uma nova entidade que os representasse. O Grupo Cultural Moviafro tem como um dos seus objetivos a requalificação e resignificação do movimento negro de um modo geral e se pôs a disposição para ajudar no que fosse necessário. Com isso ficou definido por unanimidade que as agremiações presentes e determinadas a transformar o quadro atual, seriam filiadas ao Moviafro que as representariam.
Com isso, essas entidades passaram a ser representadas em todos os ambientes e em órgãos públicos e privados pela Associação Cultural Moviafro.
Que fará na próxima segunda-feira a assembleia geral para eleição da sua nova diretoria que será composta pelos próprios dirigentes das entidades agora filiadas. A posse da diretoria da Associação Cultural Moviafro está marcada para o dia 04 de maio no Mercado de Arte Popular.

Nenhum comentário:

Postar um comentário