sábado, 26 de maio de 2018

Nota de Escurecimento

A A.C.M - Associação Cultural Moviafro, é uma entidade filantrópica e sem fins lucrativos, fundada a cerca de dois anos e que vem realizando desde então atividades que têm com principal objetivo ressignificar e requalificar
O movimento afro de Feira de Santana e região, bem como dar maior visibilidade às entidades que fazem parte desse movimento e empoderar, conscientizar e enaltecer a beleza do homem e da mulher negra, através de eventos já consolidados em nossa região a exemplo dos Concursos Miss e Mister Afro, Encontro Moviafro de Mulheres Negras e comemorações alusivas ao mês da consciência negra em parceria com a FENACAB/ Feira de Santana e a ARTMAP. Executando atividades pioneiras que são o Cortejo Inter-religioso e o Xirê dos Orixás. Quando realizamos nossos eventos, fazemos questão de publicar nas redes sociais e no nosso blog para que toda a sociedade tenha conhecimento dessas ações, inclusive quando nos reunimos com representantes do poder público municipal, estadual e ou federal e iniciativa privada. A nossa página no Facebook e o nosso blog é público e por ser público, está aberto para toda e qualquer pessoa curtir, comentar e até mesmo compartilhar. Portanto, não é de nossa responsabilidade o conteúdo dos comentários que são feitos, sejam eles positivos ou não.
Porém, nos utilizamos de alguns critérios para manter ou não esses comentários. É expressamente proibido por nossa entidade, manter comentários ofensivos que possam atingir a integridade moral  e ou pôr em dúvidas o caráter de terceiros. Temos todo o cuidado de não citar nomes de pessoas físicas e ou jurídicas sem prévia autorização e assim que comentários maldosos ou maliciosos são detectados, imediatamente excluímos e dependendo do caso removemos e bloqueamos o autor.
Não temos nenhum interesse em expor e muito menos prejudicar ninguém e nenhuma instituição, pois como dissemos acima, esse não é o nosso objetivo. A Associação Cultural Moviafro é uma entidade que respeita todas as diferenças e está sempre pronta para defende-las. Para finalizar, a Moviafro não foi criada com o objetivo de apontar erros, mais sim com propósito de unir forças e fazer diferente.
Atenciosamente
A direção! 

sexta-feira, 25 de maio de 2018

Entidades de Matriz Africana oficializam nova representatividade

 22 entidades de matriz africana, reuniram-se na tarde dessa última quinta-feira (24) com o secretário de cultura do município de Feira de Santana, Edson Borges, onde já iniciaram as discussões visando a micareta de 2019. Durante o encontro, o presidente da Associação Cultural Moviafro, Val Conceição apresentou ao representante do governo municipal um documento assinado pelos 22 presidentes que outorgava ao Moviafro a representar tais entidades judicial e extrajudicialmente, bem como perante aos órgãos públicos e a iniciativa privada. O secretário aceitou o documento e deu continuidade a reunião que tratou também de questões como:
• Assinatura de convênio individual;
• Acompanhamento das atividades de cada entidade;
• Criação de agenda cultural;
• Mapeamento das entidades afro do município;
• Apresentação de novo circuito.
Ainda durante a reunião falou-se também de projetos para requalificar e ressignificar todas as entidades de matriz africana do nosso município, já que diante dos últimos acontecimentos, essas entidades perderam um pouco da sua identidade.
Para Nilton Rasta, luthier e dirigente de entidade, essa primeira reunião, superou todas as expectativas pois o secretário demonstrou-se bastante preocupado com os últimos acontecimentos e muito interessado em viabilizar melhorias para todos. Disse o o percussionista.
Todos os presentes puderam fazer uso da palavra, pois essa é uma das diretrizes da Associação Cultural Moviafro, direito para todos. Para Val Conceição, ficou a sensação de um futuro bastante promissor com essa iniciativa do secretário de cultura e em breve espera estar se reunindo novamente para dar continuidade a esse processo.
Fazem parte do quadro de filiados as seguintes agremiações:
ESCOLAS DE SAMBA:
Brasil Meu Samba
Escravo do Oriente
Império Feirense
AFOXES:
Filhos de Ogum
Filhos D'Oguian
Filhos da Luz
Pomba de Malê
Filhos de Nanã
Filhos de Oxalá
BLOCOS AFROS:
Imperio Africano
Muzembela
Tambores Urbanos
Sorriso Negro
Zumbi dos Palmares
Guerreiros Africanos
Filhos de Male
Nelson Mandela
Contos de Benin
Pretos de Preta
BLOCO DE REGGAE:
Quilombo
BLOCOS DE CAPOEIRA:
Os Dois Antonios
Ginga Menino
BLOCO DE SAMBA:
Unidos pelo Samba
Essa oficialização consolida o novo momento em que vivem essas entidades que juntas buscarão fomentos e parcerias para leva-las de volta ao seu devido lugar, não só em relação a festa momesca mais durante todo o ano, já que muitas delas desenvolvem atividades em suas comunidades e utilizam a micareta, apenas como momento de demonstrar a sociedade aquilo que é feito na periferia. Concluiu o presidente.



sábado, 12 de maio de 2018

Mãe Negra...



MÃE NEGRA de pura alma, 
Alma cheia de segredos, mistérios e venturas...
Mãe guerreira, como as d'outras terras que também são as tuas...
Mãe meiga, mãe candura, mãe doçura!
Mãe mistérios, mãe força natural e pura!
Mãe venturosa, mãe força na lida de viver, de vencer as dificuldades,as adversidades da vida dos tempos de agora!
Mãe querida, que em tuas noites mais escuras, nos dias mais tortuosos,
OXALÁ, lhe estenda Suas luzes radiosas!
E o banhar-se nas águas de Oxum, mensas e cristalinas, lhe retire as dores de tuas costas...
E as de teu coração também possa!
YANSÃ, varra tuas estradas, com suas abençoadas forças retirando de teus passos as folhas mortas...os perigos...as armadilhas...
Feitas por quem nem te entende e nem gosta!
OSSAIN, forre estes teus caminhos com outras folhas novas, macias e perfumosas!
OXUMARÉ  a proteja dos inimigos que tenham se escondido em moitas próximas....
E tanto as víboras quanto seus venenos leve embora!
OMOLU, cure tuas chagas, mesmo aquelas que que lhe infligimos com as faltas nossas!
Que sua alma possa percorrer em paz os seus caminhos d'alma na procura incessante do bem para nós!
IEMANJÁ, possa com as  forças de suas águas, indicar-lhe sempre os caminhos nos oceanos de vida que por ela existem em todos nós...
E quando teu navegar-caminhar, Mãe andarilha, te colocar nos picos das montanhas para que possa
EWA, insuflar em teu ser, tua alma, teu peito o mais puro ar das montanhas...
E que se renove tuas forças e que renovada por ela, viva...
Solta!
Plena!
como um pássaro livre e solto, águia sob o firmamento, a ofuscar o sol, a ofuscar as estrelas!
Oh! Mãe! De minhas vidas inteiras quando correrdes pelas pradarias,tenha as armas de 
OGUN no peito....as de 
XANGÔ á mostra na mão direita e na esquerda!
Para que não tombes nas guerras que enfrentas!
Para enfim, num plácido e cálido momento...
Sorrir,
Brincar, sentir-se
IBEJI, sem mácula, sem rancor, sem medos!
É o tempo, o tempo que se renova....
Te renova!
No seguir inclemente das horas sejas sempre a Mãe negra de alma pura, que traz paz a tudo que toca e em tudo que vê luz, vida e encantamentos!

Uma homenagem da ASSOCIAÇÃO CULTURAL MOVIAFRO a todas as mães negras!