sexta-feira, 29 de junho de 2018

23ª Pandeirada Fest, tradição preservada.

Por mais um ano, o Bloco Afro Tambores Urbanos, realiza a PANDEIRADA FEST. Evento afro que reúne a cada edição um número maior de participantes. Sempre no dia de São João, as ruas dos bairros Areal, Tomba e Senador Quintino, são invadidas  por uma multidão. Calma, essa é uma invasão pacífica com muita alegria e muito samba reggae que contagia a todos. Com a participação de músicos locais, a Pandeirada Fest é considerado um dos principais cortejos do movimento afro da nossa cidade, pois atrai cerca de 1000 pessoas de vários bairros e até de outras cidades. 

Esta festa, fecha as atividades do primeiro semestre do projeto galpão cultural que é mantido pela Associação Cultural Afropop Tambores Urbanos. No galpão, é oferecido cursos de formação musical, capoeira e boxe. Além de constantemente ser visitado por alunos de escolas públicas e particulares que realizam aulas práticas de cultura afro naquele local.
Para Gilson Moreira, presidente do Tambores Urbanos, esse evento tornou-se tradição naquela região e mesmo sem recursos é necessário realiza-la. Além do que, mostra a força e a atividade constante das nossas entidades. 
A Secretaria Municipal de Cultura, Esporte e Lazer, apoiou a realização da festa viabilizando a sonorização, a SMTT e a Polícia Militar, através da 67ª Cia. também participaram oferecendo segurança para músicos e foliões.

Galeria de fotos:













terça-feira, 19 de junho de 2018

Entidades Afro de Feira de Santana vão lançar catálogo bilíngue.

A Associação Cultural Moviafro, representante de 22 entidades de matriz africana em Feira de Santana no estado da Bahia, irá lançar um catálogo ilustrado e em duas línguas (português e inglês) com a descrição dessas entidades que estão sendo mapeadas em Feira de Santana. O objetivo desse catálogo é traçar detalhadamente o perfil de cada uma das 22 instituições, buscando atrair novos foliões e patrocinadores. O catálogo será distribuído em vários pontos de Feira de Santana e nas principais cidades turísticas do estado. A exemplo de Salvador, Ilhéus e Porto Seguro. Tornando mais visível ao público a forte presença da cultura africana em Feira de Santana, a segunda maior cidade da Bahia e que está localizada a apenas 100 quilômetros da capital.
A Associação Cultural Moviafro, está em busca de parceiros que possam oferecer capacitação em gestão cultural e empreendedorismo para essas entidades. Para que a médio prazo, elas possam se auto-sustentar. O presidente da A. C Moviafro e produtor cultural do Bloco Afro Império Africano, Val Conceição, dise que Feira de Santana tem entidades com mais de meio século de existência e a história da micareta se confunde com a história dessas entidades. A criação do catálogo irá entre outras coisas, dar visibilidade às entidades de matriz africana de Feira de Santana. Afirma, o dirigente.
Ainda segundo Val Conceição, o lançamento do catálogo está previsto para o mês de novembro durante as comemorações do mês da consciência negra.

Bloco Afro de Feira de Santana, realiza 2° Arraiá Afro Solidário.

O Bloco Afro Guerreiros Africanos, realizou no domingo (17), a segunda edição do Arraiá Afro Solidário. Esse evento sociocultural teve como principal objetivo, arrecadar alimentos que serão distribuídos em comunidades carentes da nossa cidade.
Com a participação de artistas locais e um super telão onde os presentes puderam acompanhar o jogo da seleção brasileira de futebol pela copa do mundo, o evento atingiu as expectativas dos organizadores.
Foram arrecadados cerca de 250 quilos de alimentos, além de leite, sucos e refrigerantes que irão fazer a alegria de muitos feirenses carentes. O arraia foi aberto com a apresentação do Grupo Afro Meji, logo em seguida foi a vez do reggae retrô da Banda Vitrola Reggae com Ronny Lyens e participações de Emerson Atropello, Nilton Rasta e Antônio Aquino. O público delirou com Roça Sound que em seguida viram o ritmo do arrocha e o forró nordestino serem muito bem representados por Carlinha do Arrocha e para finalizar, o samba reggae da Banda Lua Negra.


Cerca de 100 pessoas compareceram ao 2° Arraiá Afro Solidário e se divertiram com muita paz e tranquilidade, além de fortalecerem as questões sociais defendidas pelo bloco. Ao final, a satisfação de todos era notória mesmo com o resultado inesperado da nossa seleção. Durante o arraiá afro solidario, também foi realizado o 1° Encontro Miss e Mister Afro de Feira de Santana. Que contou com a presença de homens e mulheres negras que participaram dos dois concursos, onde puderam se divertir e colocarem os papos em dia.
Veja as fotos:











terça-feira, 12 de junho de 2018

Associação Cultural Moviafro, realiza cerimonia de posse.

Com a presença de autoridades politicas e religiosas, foi realizada na sexta-feira(08/06), a cerimonia de posse da diretoria executiva e do conselho fiscal da Associação Cultural Moviafro Feira de Santana para o quadriênio 2018-2022.
A cerimonia foi feita, após as apresentações musicais dos artistas Ronny Lyens e Nilton Rasta que contou com a participação do dançarino Marcos Tanferi. O mestre de cerimonia Adão Ferreira(Dão Turbantes), destacou a importância daquele momento e pontuou as realizações da Moviafro que desde 2016, vem transformando o seguimento afro de Feira de Santana, promovendo eventos que afirmam e empoderam, além de conscientizar toda a população afrodescendente da região.
O presidente eleito Val Conceição, falou sobre seus planos de trabalho e o que já vem sendo feito pela Moviafro que deixou de ser um grupo cultural e tornou-se uma associação cultural, com seu estatuto já adequado ao novo marco regulatório. Val Conceição, que é musico percussionista, produtor cultural, gestor de espaço cultural, ativista sociocultural, mobilizador e profissional de segurança privada, falou também das responsabilidades que acabara de assumir, pois representar mais de 20 entidades culturais não será uma tarefa fácil, porém quando fazemos o que gostamos não enxergamos as dificuldades. Disse!!!
A diretoria que estará a frente da Moviafro pelos próximos quatro anos é formada pelos seguintes membros: Presidente- Valmilton Conceição Pereira dos Santos; Vice-Presidente- Gilson dos Reis Moreira; Secretaria - Elisângela Lima; Tesoureira- Diana Carneiro; Diretor de Assuntos Sociais,Educação e Orientação Cultural- Marcos Tanferi; Diretor de Patrimônio- Erivaldo Soares de Oliveira; Diretor de Operações, Trabalho e Previdência- Gilvan de Souza Araujo, Além dos conselheiros: Waldete Barreiros Lima, Gilberto Pinheiro dos Santos, Luis Carlos Souza Silva, Jorge Santana dos Santos e Ronevon de Jesus Silva.
Durante a cerimonia, foram feitas algumas homenagens a pessoas que têm realizado importantes trabalhos que fortalecem a comunidade afro como: Maria das Graças Cordeiro dos Santos, Diretora do Departamento de Turismo de Feira de Santana que viabilizou a realização do 1º Curso de Formação para o Turismo Étnico Afro no município, em parceria com o governo do estado, a Ronildo Carlos Silva Ramos, presidente da Associação dos Artesãos do Mercado de Arte Popular que em parceria com a Moviafro, realiza o Novembro Negro no MAP que esse ano estará na sua 2ª edição, a Luis Carlos dos Santos que criou o primeiro bloco afro na nossa cidade a Maria de Lurdes Santana que criou o 1º Concurso de Beleza Negra Feminina no município de Feira de Santana e é militante do movimento negro feirense e a  Flavia Sacramento, que trabalha com indumentarias afro de Feira de Santana para o mundo.
Se fizeram presentes ao evento, Maria das Graças Cordeiro dos Santos, representando o prefeito do município de Feira de Santana Colbert Martins e o secretario de Trabalho, Turismo e Desenvolvimento Econômico Antonio Carlos Borges Junior. Aurelino Bento e Tarcizio Branco, representando o deputado estadual José Neto, Herval Junior, representando o deputado estadual Targino Machado, Vicente Santos e Amanda Amado, representando a Fenacab- Federação Nacional do Culto Afro Brasileiro, o médico Tarcisio Pimenta, Faraildes Ribeiro, Chefe do Departamento de Promoção e Igualdade Racial do município. Além da presidente do Conselho Municipal de Participação das Comunidades Negras e Indígenas Lurdes Santana, entre outros.

Na sequencia, foi oferecido um coquetel afro, onde os convidados puderam degustar das delicias trazidas ao Brasil pelos nossos ancestrais africanos.

São filiadas á Associação Cultural Moviafro, as seguintes entidades:

Blocos Afros:
1. Associação Comunitária Cultural Bloco Carnavalesco Zumbi dos Palmares

2. Associação Cultural Bloco Afro Filhos de Malê
3. Associação Cultural Comunitária Afropop Pandeirada Tambores Urbanos
4. Bloco Afro Cultural Muzembela
5. Bloco Afro Cultural Nelson Mandela
6. Associação Cultural Bloco Afro Império Africano
7. Bloco Afro Cultural e Social Sorriso Negro
8. Associação Bloco Afro Cultural Guerreiros Africanos
9. Associação Cultural e Social Bloco Afro Pretos de Preta
10. Associação Cultural Bloco Afro Contos de Benin

Afoxés:
1. Afoxé Filhos D’Oguian

2. Grêmio Recreativo Afoxé Axé Filhos de Ogum
3. A. C. Movimento Negro Afoxé Pomba de Malê
4. Movimento Cultural Afoxé Guian Filhos de Oxalá
5. Associação do Centro Cultural Afoxé Filhos da Luz
6. Movimento Cultural Afoxé Filhos de Nanã

Escolas de Samba:
1. Grêmio Recreativo Escola de Samba Brasil Meu Samba
2. Grêmio Recreativo Escola de Samba Escravo do Oriente
3. Grêmio Recreativo Escola de Samba Império Feirense
Bloco de Reggae:
1. Associação Desportiva Social e Cultural Quilombo
Bloco de Samba:
1. Associação Cultural Recreativa e Social Unidos Pelo Samba