terça-feira, 11 de setembro de 2018

2º Concurso Mister Afro de Feira de Santana 2018

Mesmo diante de muitos obstáculos, a Associação Cultural Moviafro realizará no mês de novembro a 2ª Edição do Concurso Mister Afro de Feira de Santana. Com um bom número de inscritos, o Mister Afro 2018 mais uma vez oferece a oportunidade para homens negros de Feira de Santana e região se empoderarem através do conhecimento de questões afrodescendentes e da vivência em oficinas específicas que serão realizadas durante o período de preparação. 
O número de inscritos não atingiu a meta estabelecida pelos organizadores, mas serve como indicador de que ainda há muito a ser feito para conscientizar o homem negro, sobretudo no interior, da sua importância e do seu lugar na sociedade. Segundo o coordenador geral do concurso Val  Conceição, mesmo que a quantidade de inscritos esse ano tenha superado a do ano passado, não alcançou o patamar que desejávamos, o que só aumenta a nossa responsabilidade, pois a população negra masculina de Feira de Santana ainda não consegue se desvencilhar de antigos paradigmas impostos por uma sociedade eurocêntrica e que ainda hoje, estão impregnados.
Ainda assim, podemos comemorar por estarmos consolidando também o Mister Afro Feira de Santana como referência no empoderamento masculino na nossa região, pois os 43 candidatos inscritos para a edição de 2018, serão agentes multiplicadores desse projeto. Algumas mudanças importantes serão realizadas nessa segunda edição do Mister Afro de Feira de Santana como por exemplo:
Os candidatos passarão por duas avaliações escritas que serão eliminatórias, ao contrário do ano anterior onde a pontuação era somada juntamente com as notas dos desfiles eliminatórios. Serão aplicadas também avaliações de oratória com objetivo de proporcionar uma melhor forma de expressão aos candidatos que também será eliminatória e a principal mudança será na quantidade de finalistas. Serão apenas oito ao invés de 12 como no ano anterior e haverá premiação em dinheiro apenas para o primeiro colocado, o segundo e terceiro colocados receberão vários brindes como premiação, bem como o Mister Simpatia. 
Tudo isso, pautado na ideia de que os concursos realizados pelo Moviafro não são apenas um concurso de beleza e sim algo que vai muito além disso. A coordenadora pedagógica do Moviafro Julianne Silva, afirma que essas mudanças só tendem a melhorar os resultados pois segundo ela, é importante que aquele que venha ser o representante do homem negro feirense esteja extremamente preparado em todos os sentidos além de precisar estar extremamente engajado no que diz respeito as questões raciais.
Para assegurar a confiabilidade e a isenção nos resultados, a Associação Cultural Moviafro estará contando com o apoio de vários profissionais das mais importantes áreas como: Sociologia, História, Filosofia, Direito, Saúde e Jornalismo, além de três africanos um da Nigéria, um do Senegal e outro de Moçambique que realizarão rodas de conversa temáticas com os candidatos.