sexta-feira, 25 de maio de 2018

Entidades de Matriz Africana oficializam nova representatividade

 22 entidades de matriz africana, reuniram-se na tarde dessa última quinta-feira (24) com o secretário de cultura do município de Feira de Santana, Edson Borges, onde já iniciaram as discussões visando a micareta de 2019. Durante o encontro, o presidente da Associação Cultural Moviafro, Val Conceição apresentou ao representante do governo municipal um documento assinado pelos 22 presidentes que outorgava ao Moviafro a representar tais entidades judicial e extrajudicialmente, bem como perante aos órgãos públicos e a iniciativa privada. O secretário aceitou o documento e deu continuidade a reunião que tratou também de questões como:
• Assinatura de convênio individual;
• Acompanhamento das atividades de cada entidade;
• Criação de agenda cultural;
• Mapeamento das entidades afro do município;
• Apresentação de novo circuito.
Ainda durante a reunião falou-se também de projetos para requalificar e ressignificar todas as entidades de matriz africana do nosso município, já que diante dos últimos acontecimentos, essas entidades perderam um pouco da sua identidade.
Para Nilton Rasta, luthier e dirigente de entidade, essa primeira reunião, superou todas as expectativas pois o secretário demonstrou-se bastante preocupado com os últimos acontecimentos e muito interessado em viabilizar melhorias para todos. Disse o o percussionista.
Todos os presentes puderam fazer uso da palavra, pois essa é uma das diretrizes da Associação Cultural Moviafro, direito para todos. Para Val Conceição, ficou a sensação de um futuro bastante promissor com essa iniciativa do secretário de cultura e em breve espera estar se reunindo novamente para dar continuidade a esse processo.
Fazem parte do quadro de filiados as seguintes agremiações:
ESCOLAS DE SAMBA:
Brasil Meu Samba
Escravo do Oriente
Império Feirense
AFOXES:
Filhos de Ogum
Filhos D'Oguian
Filhos da Luz
Pomba de Malê
Filhos de Nanã
Filhos de Oxalá
BLOCOS AFROS:
Imperio Africano
Muzembela
Tambores Urbanos
Sorriso Negro
Zumbi dos Palmares
Guerreiros Africanos
Filhos de Male
Nelson Mandela
Contos de Benin
Pretos de Preta
BLOCO DE REGGAE:
Quilombo
BLOCOS DE CAPOEIRA:
Os Dois Antonios
Ginga Menino
BLOCO DE SAMBA:
Unidos pelo Samba
Essa oficialização consolida o novo momento em que vivem essas entidades que juntas buscarão fomentos e parcerias para leva-las de volta ao seu devido lugar, não só em relação a festa momesca mais durante todo o ano, já que muitas delas desenvolvem atividades em suas comunidades e utilizam a micareta, apenas como momento de demonstrar a sociedade aquilo que é feito na periferia. Concluiu o presidente.



Um comentário:

  1. CORREÇÃO!!!!!
    A Associação de Capoeira Dois Antonios, por equívoco foi relacionada como já filiada. Na verdade, essa filiação ainda não foi concretizada. Pedimos desculpas em público a todos da associação pelo ocorrido.

    ResponderExcluir